Dia Mundial da Alimentação – A urgência do hábito saudável

Dia Mundial da Alimentação – A urgência do hábito saudável

Você sabia que no dia 16 de outubro foi comemorado o Dia Mundial da Alimentação? A celebração é realizada desde 1981 e hoje abrange mais de 150 países, um movimento importante para conscientização sobre questões relativas à nutrição e à alimentação. Faça as contas conosco, de 1981 até agora são 37 anos. Ao longo desse período diversos assuntos foram abordados, este ano o tema foi “Fome Zero”, que envolveu tanto discussões sobre o impacto global da fome quanto do sobrepeso.

Segundo a ONU “Cerca de 155 milhões de crianças estão cronicamente mal nutridas e poderão sofrer os efeitos do nanismo ao longo de toda a sua vida. A fome causa quase metade de todas as mortes de crianças em todo o mundo. Atualmente, uma em cada nove pessoas não têm comida suficiente para se alimentar de forma adequada. São 821 milhões de indivíduos que passam fome em todo o planeta.

Obesidade, a outra face da má nutrição Enquanto em diversos países o tema central foi o impacto da fome, em Roma o dia da Alimentação foi utilizado para falar sobre a má nutrição de um outro ângulo, o sobrepeso.

“Estamos testemunhando a globalização da obesidade”, alertou o diretor-geral da agência da ONU, o brasileiro José Graziano da Silva.

Ao lado dos elevados números de subnutrição, estão estatísticas que mostram 2 bilhões de pessoas no mundo com sobrepeso, incluindo 38 milhões de crianças com menos de cinco anos de idade. Por ser um fator de risco para doenças como derrames, diabetes, problemas cardíacos e alguns tipos de câncer, a obesidade tem um impacto considerável sobre as economias. A ONU estima que ela cause perdas da ordem dos 2 trilhões de dólares por ano — o que equivale a 2,8% do PIB global.

“Precisamos implementar sistemas alimentares que forneçam comida saudável e nutritiva”, defendeu Graziano.

Na guerra entre estômagos vazios e pratos repletos de gorduras, açúcar e alimentos processados, qual nossa posição?

Desperdiçar menos, comer melhor, adotando um estilo de vida sustentável são as chaves para construir um mundo livre da fome e do sobrepeso. As escolhas que fazemos hoje são vitais para nosso futuro.

O Natural do Paiva quer unir forças nessa luta e ajudar você e sua família a manter a saúde e o bem-estar. Desta forma, oferecemos produtos que primam a qualidade, incentivando o consumo de alimentos naturais aliados ao hábito da prática esportiva, valorizando parceiros e produtores locais.

“Elaboramos refeições nutritivas e sem conservantes justamente para suprir esta necessidade atual de uma alimentação mais balanceada. Os pratos kids contém nutrientes importantes e fogem das frituras habituais, tão prejudiciais à garotada”, afirma Dirceu Pascali – Chef Executivo & Co-founder do Natural do Paiva.

Acompanhe nosso site e redes sociais, confira nossas dicas e compartilhe conosco os progressos e dificuldades na busca de hábitos saudáveis.